Vai ouvindo...
CDs BLOG LIVROS BIOGRAFIA GALERIA SHOWS IMPRENSA

Histórico

20/11/2016 a 26/11/2016
19/06/2016 a 25/06/2016
12/06/2016 a 18/06/2016
05/06/2016 a 11/06/2016
29/05/2016 a 04/06/2016
06/03/2016 a 12/03/2016
06/12/2015 a 12/12/2015
22/11/2015 a 28/11/2015
25/10/2015 a 31/10/2015
27/09/2015 a 03/10/2015
06/09/2015 a 12/09/2015
16/08/2015 a 22/08/2015
15/02/2015 a 21/02/2015
30/11/2014 a 06/12/2014
31/08/2014 a 06/09/2014
15/09/2013 a 21/09/2013
12/05/2013 a 18/05/2013
24/02/2013 a 02/03/2013
17/02/2013 a 23/02/2013
30/10/2011 a 05/11/2011
11/09/2011 a 17/09/2011
28/08/2011 a 03/09/2011
31/07/2011 a 06/08/2011
10/07/2011 a 16/07/2011
03/07/2011 a 09/07/2011
19/06/2011 a 25/06/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
13/03/2011 a 19/03/2011
06/03/2011 a 12/03/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
06/02/2011 a 12/02/2011
23/01/2011 a 29/01/2011
09/01/2011 a 15/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
12/12/2010 a 18/12/2010
05/12/2010 a 11/12/2010
21/11/2010 a 27/11/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
24/10/2010 a 30/10/2010
05/09/2010 a 11/09/2010
25/07/2010 a 31/07/2010
30/05/2010 a 05/06/2010
16/05/2010 a 22/05/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
25/04/2010 a 01/05/2010
18/04/2010 a 24/04/2010
11/04/2010 a 17/04/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
28/02/2010 a 06/03/2010
14/02/2010 a 20/02/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
31/01/2010 a 06/02/2010
24/01/2010 a 30/01/2010
10/01/2010 a 16/01/2010
03/01/2010 a 09/01/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
03/08/2008 a 09/08/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
01/07/2007 a 07/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005




Votação
Avalie meu blog

Outros sites
Site Oficial Paulo Freire
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis




XML/RSS Feed
O que ? isto?



VIVA O TINOCO!


 

Mês passado participei de um show que foi muito divertido. Fomos a duas cidades: Matão e Alumínio, interior de São Paulo.

Quem estava junto, minha senhora?

Vamos lá: Wandi (que forma comigo a Dupla Personalidade), Maurício Pereira (que acaba de lançar o incrível CD “Pra Marte”, em que conta um causo acontecido com nós dois), a dupla Dani e Danilo e o grande Tinoco.

Para chegar a Matão, passamos por Bueno de Andrade. Sentamos na praça, comemos coxinha e tomamos cerveja. Em frente à Estação de Trem. Hmmm, que delícia.

A idéia da apresentação, era fazermos o show Dupla Personalidade e depois o Tinoco entraria para cantar junto com Dani e Danilo. Todos devidamente apresentados pelo Maurício.

Ensaiamos. Só um pouco, para não estragar.

O que foi o maior acontecimento do show? Ora, alguém tem dúvida? Não adianta gritar, espernear, tirar a roupa, chamar a Cicarelli, nada. A hora que o Tinoco entra no palco, muda tudo. É impressionante a força do homem.

Tá certo que faz mais de 60 anos que está na ativa. Tá todo mundo careca de saber que ele é o máximo, que junto com o Tonico marcou história na nossa música. Mas fiquei impressionado. É a mesma coisa quando chego no Rio de Janeiro. Todo mundo sabe que ali é lindo, mas na hora que revejo a cidade encravada nas montanhas, o marzão, as meninas no doce balanço caminho do mar, ai ai ai.

A voz dele grudada nas canções Chico Mineiro, Tristezas do Jeca, Baile na Roça, e tantas outras, carregam acontecimentos da vida de um mundo de gente.

E depois, nos camarins, quando junta aquele povo para conversar, tirar foto e pedir autógrafo, Tinoco atende a todos.

Ah, em qualquer lugar ele é parado pelos fãs, na rua, no restaurante, e tem sempre uma história boa para contar,com um humor muito fino.

Wandi e eu, quando viajamos, nos divertimos demais. Imagina com a presença de um homem desses caminhando com a gente. Claro, sem esquecer o Maurício que vai desparafusando os poucos parafusos que nos sobraram.

Ah, essa foto foi tirada por meu primo, o Raposo, na hora que eu também entrei na fila para ter uma foto junto ao mestre.



Escrito por Paulo Freire ás 17h29 [ ] [ envie esta mensagem ]



O GRANDE MOMENTO


Voltei. Ufa, obrigado aos que me apertaram.

Tava conversando com meu pai sobre o momento da criação. Que dá um estalo e saem as grandes idéias. Perguntei a ele sobre sua frase: “É o amor e não a vida o contrário da morte”.

Ele disse que veio no meio de um texto que estava escrevendo. Na hora que apareceu nem deu muita bola. Até que alguns amigos começaram a repetir a frase e viu que era importante. Daí foi desenvolvendo e surgiu um mundo.

 

Swami Júnior e eu nos juntávamos para compor canções. Trabalhávamos com uma certa freqüência. Um dia ele apareceu com esta conversa:

“Hoje fui à feira e surgiu uma idéia, quando um feirante gritou: 'logo de manhã, bom dia, patroa'”.

“Ô Swami, isso é idéia que se apresente?”

Bronqueei, mas ele tanto insistiu que a música foi saindo. É nossa canção de sucesso. O senhor e a senhora já ouviram? Zizi Possi e Virgínia Rosa gravaram: “Logo de manhã, bom dia; logo de manhã, bom dia!”. Se não escutaram e querem saber o resultado, dêem uma campeada na internet que decerto ela aparece - Bom dia.

 

Pensar nisso, lembrei de um amigo, grande músico, violeiro ítalo-americano, que não vou dizer o nome. Depois peço autorização a ele. A última vez que veio ao Brasil, fomos tomar uma cerveja no Bar Brahma, quando me revelou que esteve em Woodstock. Nossa, aí fiquei impressionado: o evento que marcou uma geração. Se quem viu o filme na época, sentiu que este foi o grande momento da música e das artes, imagina quem esteve lá, presente, assistindo aos shows, dentro do acontecimento. Fui logo perguntando:

“Você viu o Hendrix?”

“Não, ele tocou em outro dia. Vi o Santana e acho que vi o...”

“Como assim, acha que viu?”

E me explicou: morava em Nova Iorque e pegou o carro do pai. Parou perto da fazenda onde teriam os shows, pois o movimento estava grande e não sabia dirigir direito. Aí foi pedindo carona para chegar até lá. Cada carro que passava, dava algo para ele ingerir ou fumar. Foi participando.

Chegou na fazenda, começou a chover. Claro que não levou barraca, nada. Não tinha onde dormir. Depois entrou no lago com as outras pessoas. Cantou, dançou, ficou nu. O palco ficava meio longe, mas chegou perto, sim. A questão é que cada pessoa que encontrava, oferecia algo para beber ou fumar e ele acabava participando e confraternizando com todos.

Resultado, “acha” que viu algum show. Mas não tem tanta certeza. Quando foi embora e procurou o carro perto da entrada da fazenda, não encontrou.

Não, minha senhora, ninguém roubou nada, era época de paz e amor – o amor livre! Estavam abrindo as portas da percepção, não havia espaço para roubo de carro.

Perdeu o automóvel porque não fazia a menor idéia onde tinha largado o dito.

Pronto, taí, o grande momento.

Meu pai disse que já pelejou com outras frases, desenvolvendo, tentando criar algo importante, mas a idéia ficava truncada. Aquela do amor veio escorregando.

O “logo de manhã, bom dia”, era um dito muito natural para que eu desse importância. Mas como foi prazeroso criar a canção junto com o Swami!

E meu amigo, violeiro ítalo-americano, fez história. Sim, esteve presente em Woodstock. Quer dizer, viajou total enquanto participava de um momento especial da história da humanidade. Ou será que é assim mesmo?

Apeia, moço, puxa uma cadeira, dona, que o prazer é todo meu.


Escrito por Paulo Freire ás 20h20 [ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]