Vai ouvindo...
CDs BLOG LIVROS BIOGRAFIA GALERIA SHOWS IMPRENSA

Histórico

20/11/2016 a 26/11/2016
19/06/2016 a 25/06/2016
12/06/2016 a 18/06/2016
05/06/2016 a 11/06/2016
29/05/2016 a 04/06/2016
06/03/2016 a 12/03/2016
06/12/2015 a 12/12/2015
22/11/2015 a 28/11/2015
25/10/2015 a 31/10/2015
27/09/2015 a 03/10/2015
06/09/2015 a 12/09/2015
16/08/2015 a 22/08/2015
15/02/2015 a 21/02/2015
30/11/2014 a 06/12/2014
31/08/2014 a 06/09/2014
15/09/2013 a 21/09/2013
12/05/2013 a 18/05/2013
24/02/2013 a 02/03/2013
17/02/2013 a 23/02/2013
30/10/2011 a 05/11/2011
11/09/2011 a 17/09/2011
28/08/2011 a 03/09/2011
31/07/2011 a 06/08/2011
10/07/2011 a 16/07/2011
03/07/2011 a 09/07/2011
19/06/2011 a 25/06/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
13/03/2011 a 19/03/2011
06/03/2011 a 12/03/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
06/02/2011 a 12/02/2011
23/01/2011 a 29/01/2011
09/01/2011 a 15/01/2011
19/12/2010 a 25/12/2010
12/12/2010 a 18/12/2010
05/12/2010 a 11/12/2010
21/11/2010 a 27/11/2010
07/11/2010 a 13/11/2010
31/10/2010 a 06/11/2010
24/10/2010 a 30/10/2010
05/09/2010 a 11/09/2010
25/07/2010 a 31/07/2010
30/05/2010 a 05/06/2010
16/05/2010 a 22/05/2010
09/05/2010 a 15/05/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
25/04/2010 a 01/05/2010
18/04/2010 a 24/04/2010
11/04/2010 a 17/04/2010
14/03/2010 a 20/03/2010
28/02/2010 a 06/03/2010
14/02/2010 a 20/02/2010
07/02/2010 a 13/02/2010
31/01/2010 a 06/02/2010
24/01/2010 a 30/01/2010
10/01/2010 a 16/01/2010
03/01/2010 a 09/01/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
21/06/2009 a 27/06/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
31/05/2009 a 06/06/2009
24/05/2009 a 30/05/2009
17/05/2009 a 23/05/2009
03/08/2008 a 09/08/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
24/02/2008 a 01/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
27/01/2008 a 02/02/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
02/12/2007 a 08/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
09/09/2007 a 15/09/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
01/07/2007 a 07/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
17/06/2007 a 23/06/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
27/05/2007 a 02/06/2007
13/05/2007 a 19/05/2007
06/05/2007 a 12/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
01/01/2006 a 07/01/2006
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
16/10/2005 a 22/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005




Votação
Avalie meu blog

Outros sites
Site Oficial Paulo Freire
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis




XML/RSS Feed
O que ? isto?



MENAS, MENAS!!!


De onde vem o “menas”?

Esta palavra deve ter uns 15 anos. Eu não lembro de usarem tal "concordância" antes disso.

Será que alguém fez uma brincadeira, começou a buzinar a palavra, até que algumas pessoas acharam que era correta?

Vai ouvindo. Ontem estava assistindo TV à noite. Claro, pulando de um canal pro outro.  Até que passei por uma moça cantando. Senti algo familiar e parei. Ela estava de mini-blusa, roupinha justa, era bonitinha e cantava... Tristezas do Jeca.

“Ah, que bom” – o senhor diria – “a juventude cantando Angelino de Oliveira!”

Mas tinha algo muito diferente. A moça cantava com trejeitos animados e um pouco sensuais os versos “eu nasci naquela serra/ num ranchinho à beira-chão/ todo cheio de buraco/ onde a lua faz clarão”.

Será que combinava?

Chegou o refrão: “nesta viola canto e gemo de verdade/cada toada representa uma saudade”.

Aí o arranjo dava umas paradinhas. Ela meio que encarava o telespectador e fazia um meneio com os ombros, nos mostrando uma lascividade que a letra da música deveria sugerir.

Larguei o controle remoto, o refrão iria voltar. Fiquei boquiaberto.

Ana Salvagni, minha esposa, cantora, passou pela sala, me viu assistindo o programa com tanta atenção, escutou um pouco e perguntou:

“Quem é?”

“Psssssiu!” Respondi, aflito.

A Ana fez meia volta e foi embora, dizendo: “tsc tsc”.

Era a hora do refrão. Pois a moça fez tudo igual.

Juro que tentei entender a letra da forma que ela nos apresentava.

Eu devo estar meio velho e burro, pois só vinha uma vontade de balançar a TV e avisar a cantora: escuta o que você está dizendo!

A música seguia:

“E o choro que vai saindo/devagar vai se sumindo/como as águas vão pro mar...”

Ôpa, é hora do último refrão. Agora vai dar certo:

“Nessa viola...”

Mas ela continuava me olhando sensualmente. A paradinha do arranjo, a balançada de ombros, a lascividade brotando.

Neste instante, uma palavra veio em desabalada carreira, num galope doido, até chegar na minha língua.

Então gritei bem forte, pra ela me ouvir lá de dentro da TV:

“Menas, moça, menas!!”

 

 


Escrito por Paulo Freire ás 09h22 [ ] [ envie esta mensagem ]



MINHOCA E PICARETA


Muito bem, estou entrando com a papelada no IPHAM pedindo o tombamento das estações – vide blogada “Roubaram as Estações”, aqui embaixo.

Um amigo pediu que incluísse a questão dos ventos. Mas achei maluquice da parte dele, venta muito aqui em casa e não vou mexer com essa força toda.

Agora apareceu outro assunto. Umas crianças perto da cidade de Morungaba, me disseram que deve ser engraçado morar em São Paulo, porque lá não tem morro.

- Como assim? Tá cheio de morro! - respondi.

- Ah, nunca vi. Igual esse aqui não tem.

E me mostraram uma colina, com a matinha cercando o riacho, as vacas espalhadas, um monte de trilho de boi.

Respondi:

- Ah, o espigão da Avenida Paulista é muito maior que esse morrinho...

- Mas não tem morro! - continuaram, firmes.

- Peraí, menino, é só pegar esse morro aqui e cobrir tudo. De casa, calçada e asfalto. Pronto, vira uma cidade. Que nem a sua cidade.

- Capaz... Morungaba, além de rua e casa, está cheia de morro! A gente vive subindo neles, rodeando as moitas, agarrando nas pedras.

Vi que não ia adiantar. A lógica deles era mais firme que a minha.

Assim como estas crianças, será que os meninos da cidade sabem que moram em cima de morro? Com terra, raiz, minhoca, água?

Será que a gente mete a picareta na rua para voltar a mexer com terra?

Quem topa?


Escrito por Paulo Freire ás 13h59 [ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]